De Olho na Tribo

sexta-feira, 4 de março de 2011

A SOMBRA DA FÊNIX NA TRIBO DOS PODEROSOS.

        "As pessoas com ascendente em Escorpião  receberão, durante a passagem de Plutão por Capricórnio (2008 – 2024), um padrão de energia que trará as principais mudanças nos temas da casa 3 (Escola, livros, bibliotecas; como aprendemos, pensamos e conversamos, nossa capacidade de diálogo; transporte público, pequenas viagens, a vizinhança, os jornais, a televisão e o rádio, comunidades locais, almas companheiras, compreensão do funcionamento das coisas).

            O grande desafio, dessa passagem de Plutão, no mapa dos ascendentes em Escorpião, serão as transformações e mudanças no seu modo de lidar com a comunicação, a auto-expressão, de como e o que a pessoa é quando se expressa.

            O Ascendente em Escorpião, pertence à Tribo dos Poderosos, possuem o Dom do Espírito e a Inteligência  Energética, cuja regência é de Plutão.

            Esse padrão de energia repercutirá, nesse período, do início de setembro de 2007 até meados de julho de 2010 nos temas da casa 11 (Questões humanitárias, causas; clubes, sociedades, a comunidade, preocupações com o futuro da humanidade; grupos amigos, relações, reuniões sociais).

            Os membros dessa tribo analisam muito quem eles permitem que sejam seus amigos, seus círculos sociais. E nesse período em particular estarão mais restritivos ainda, e talvez nem por ação voluntária, muitos serão porque estarão emitindo a energia restritiva de Saturno combinada com a energia de seu Mercúrio natal, por exemplo, quem tem Mercúrio em Áries poderá perder muitos amigos e/ou ser excluído de círculos de amizade e sociais porque não soube segurar sua língua.

Outro detalhe importante e que define também esse período como tão importante quanto o foco principal desse trânsito de Plutão por Capricórnio, é que Saturno é o regente da casa 3, da comunicação, de regência natural de Mercúrio, e estará, nesse período, na casa 11, em Virgem, regido por Mercúrio, logo a um elo, uma relação entre as grandes transformações e mudanças na auto-expressão com os amigos, círculos sociais.

            Isso indica que se a pessoa reagir mal a esse padrão de energia, será facilmente jogado no ostracismo, isolado por causa de suas próprias ações ou expressões inadequadas, insensíveis, ostensivas e/ou ofensivas.

            Mas por que os membros dessa tribo têm essa tendência? Ou será apenas para os que tiverem aspectos e posicionamentos tensos de Mercúrio? Não, claro que as condições de Mercúrio agravarão ou atenuarão a situação, mas independente disso, os ascendentes em Escorpião tem Gêmeos na casa 8, a casa do Poder, da energia, isso faz com que emitam naturalmente um forte poder quando se expressam, e quando essa expressão é rude, desarmônica, intolerante ela tornar-se um poder negro, maléfico que atinge em cheio as pessoas mais sensíveis, mais frágeis ou que estejam, momentaneamente, com suas defesas imunológicas e psíquicas  em baixa.

            A maior virtude dos membros dessa tribo, os Poderosos, é também seu maior pecado, a intenção. Quem lida com o poder de forma constante como essa tribo, na prática, nunca faz nada sem intenção, sem querer, e isso traz muitas responsabilidades, principalmente quando fala e se expressa, a grande lição que deverão aprender nesse período é, mais do que qualquer outra tribo, o poder do verbo mal aplicado voltará para ele com mais força e de forma mais contundente na proporção do grau da sua consciência de seu próprio poder."   ( A SOMBRA DA FÊNIX,p.82-85)